Peixe na Fogueira, Improvisado e delicioso.

Era dia 19 de abril, dia do Índio, Cauê (meu filho) então resolveu que a gente tinha que fazer algo diferente aquele dia para comemorar. Então surgiu a idéia de fazer um peixe na fogueira, mas tinha que ser no improviso, sem os recursos tecnológico. Confesso que tentamos acender o fogo na base dos pauzinhos, mas tivemos que desistir. Usamos o fósforo mesmo, vida de índio não é fácil. Lembrei ter visto uma grelha improvisada num
programa de televisão e corremos procurar um galho que permitisse confeccionar uma grelha.
Veja o Video do peixe na fogueira.
Veja ai o resultado:
1) Para confeccionar a grelha procure um galho em forma de forquilha. O galho tem que estar verde, pois iremos retirar as tiras da casca para poder amarrar a grelha.
2) Faça varia tiras, desprendendo as do galho e reserve.
3)Dobre o galho no meio de forma que as duas pontas se encontre sem quebrar o galho. Desta formo vc simula uma dobradiça.
4)Agora é só usar uns pedaços de galho e as tiras pra moldar a gelha.

 
Em contato com a simplicidade.
O mais importante destes momentos é todo o processo de da elaboração, pois proporciona as crianças o processo da criação, improviso e magia, principalmente na hora de degustar o peixe. A sensação de executar uma idéia e ver seu resultado é muito boa. Ficou uma delicia.
É de momentos simples assim que ter com nossas crianças e ensina-las e estar mais em contato com a natureza e aproveitar o que ela tem a nos oferecer, um processo de equilíbrio e respeito.

É de momentos assim que ensinamos nossas crianças que a diversão e muito melhor fora do mundo dos vídeos games.

Invente momentos crie situações, e mostre as nossas crianças o quanto é importante e divertido o contato com a natureza e principalmente respeita-la.

Deixe seu comentário aqui.